segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Dicas de Buenos Aires

Esse ultimo feriado estive novamente em Buenos Aires e incrivelmente, apesar de já ter ido 7 vezes para lá, sempre acabo conhecendo ou fazendo algo novo.


Uma dica boa é trocar o dinheiro la, vale muito mais na conversão. Pode levar reais ou dólar. Eu sempre troco no Banco de La Nación.

Dica de onde se hospedar:

Eu sempre fico na Recoleta, pois acho o bairro mais tranquilo e seguro de BA, alem de ter tudo próximo. Eu fico no Diego Apart Hotel ( Rodriguez Peña, 1158). Acho bem ok, quarto amplo e confortável e com cafe da manha na Bonafide da Av. Santa Fe ( 1 quadra do Apart). O pessoal da recepção é bem solícito e ajuda sempre que precisamos de dicas. Reparei que muitos brasileiros se hospedam nesse apart.
Defronte ao apart tem 2 restaurantes e 1 chopperia. Alem de um Carrefour Express.

Passeios: 

A novidade dessa vez foi o passeio ao Delta do Tigre. Sempre ouvi falar, mas ainda não tinha tido tempo para isso, então dessa vez resolvemos ir. O Passeio é ótimo, mas me arrependi de ter fechado no Hotel e não por uma agencia.
Pensando nisso,  para fechar o Tango, fomos passeando na Calle Florida  e uma moça muito simpática me recomendou uma agencia de passeios  Savarin Turismo que fica em uma galeria na Calle Florida, 250 ( a maioria fica pelas galerias) e fui la conferir o que tinha.
O Rafael que inclusive é brasileiro nos mostrou o pacote de Tango explicando em detalhes a diferença entre os dois maiores:  Sr Tango e Madero Tango.


Como já conhecia o Sr. Tango, resolvemos ir no Madero Tango. Escolhemos a área Premium que sinceramente é bem melhor que a Vip, alem de ficar mais próxima ao palco, também é servido o cardápio e inclusive bebidas diferenciadas. Alem disso o translado também é individual para quem compra a área Premium.
O Madero esta localizado em Puerto Madero e muito próximo ao "Casino Buenos Aires". Esse Cassino é enorme e fica dentro de um pequeno navio atracado em Puerto Madero. Dessa vez que fomos,  quem ia para o Tango, recebia uma cortesia para o Cassino e foi o que nos motivou a ir la tentar a sorte, um voucher de ARS400,00, equivalente a R$ 40,00.
Em Buenos Aires é muito Fácil o acesso de Onibus, Metro, ou Taxi. Vou falar um pouco de cada.

TAXI: Do Aeroparque até a Recoleta, fomos de taxi e pagamos ARS400,00, ( equivalente a R$ 40,00). 
Obviamente do Ezeiza é mais caro, em torno de AR$ 1080,00 ( Equivalente a R$ 180,00),  mas eu sempre compro direto no Aeroparque, mais tranquilo, rápido, barato e perto.

ÕNIBUS e METRO: Para pegar o Ônibus é necessario ter um cartão MUBE, já  que não tem cobrador nos ônibus, mas é tranquilo, você pode comprar e carregar créditos nos Kioskos ( lojas) localizadas em varias esquinas, alem do próprio Metro. Esse cartão vale para ônibus e Metro, então ando sempre com o meu na carteira. Tanto é que dessa vez ainda tinha credito da ultima viagem que fiz para la um anos atras. Uma dica também é que até ARS 40,00 ( equivalente a R$4,00) eles permitem que fique negativo no cartão, pois na próxima recarga eles já abatem esse valor, o que é bem interessante, pois as vezes por pouco você poderia ficar sem poder embarcar.
Linha de ônibus 152 = passa na Calle Callao e o ponto final é na Boca ( ao lado do Caminito e também da Bombonera), ela também serve para passar em Puerto Madero e em San Telmo próximo a Mafalda. Eu sempre uso essa linha quando estou na Recoleta.
Da casa rosada para a Recoleta eu pego o Metro ( Estação Callao ou  Las Heras ate Plaza de Mayo), com baldeação pois muda a cor das linhas. ( Mas existem varias placas no metro e você se acha fácil)

Dicas de preços em Buenos Aires com base em Jan/2019: 

Bife de Chorizo - AR$ 320,00
Empanadas - de AR$ 40,00 à AR$ 80,00
Refrigerante - ARS 70,00 à AR$ 80,00
Agua - AR$ 60,00 à AR$ 70,00
Cerveja  1 litro = ARS 110,00 À 140,00
Chopp Quilmes = ARS 90,00
1 prato de Massa = AR$ 320,00 à ARS 380,00
Madero Tango = de AR$ 1800,00 à ARS$ 2600,00
Passeio Barco Delta Tigre - AR$ 1450,00


                                                                         Casa Rosada


Boca Juniors



Famoso Caminito
   



Casino Buenos Aires, fica dentro de um barco atracado em Puerto Madero.


                 
.Bairro de San Telmo, onde podemos encontrar a Mafalda e seus amigos.


Puerto Madero é um dos bairros que mais amo em Buenos Aires. Para passar uma tarde caminhando e tomando um chopp. 



                                                                      Floralis Generica


                                                     Faculdade de Direito de Buenos Aires


                         Metro Callao, tem varias figuras, podemos ler várias enquanto aguardamos o metro.






terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Conhecendo o Mundo

Um pouco da minha história


Desde pequena viajava com meus pais e conforme fui crescendo desejava cada vez mais conhecer os lugares. Porem não tinha uma meta. A partir do momento que criei uma meta em minha cabeça, fui em busca de novas conquistas e pesquisando sobre lugares, fui descobrindo e conhecendo cada vez mais.
Acredite, essa meta foi criada ha 10 anos atras, e desde então vou em busca disso.
Como já disse,  gosto de voltar a lugares e explorar mais e mais. Por mais que já estivemos em um lugar,  em 10 dias não é possível explorar tudo, por isso sempre que posso,  volto para ver algo mais, conhecer o que faltou... acreditem , sempre terá algo que não visitou.
Eu costumo colaborar com o Tripadvisor, assim como também busco informações la, divulgo as minhas viagens, ou seja, o que gostei, o que fazer, o que não gostei, e por ai vai.
No tripadvisor também é possível mapear as cidades que já visitamos e com isso, você consegue identificar em %, o tanto que já viajou. Acho isso uma dica boa para quem viaja bastante ou pretende começar nisso. Porque no meu caso, percebi que falta muito ainda... rsrs.


Pouco a pouco vou colocando aqui os destinos, por exemplo, todo brasileiro conhece, ou quer conhecer Buenos Aires, mas já pensaram em conhecer Salta, Jujuy, Humahuaca, Córdoba, Rosário, Ushuaia, El Calafate? Pois bem,  todas essas cidades ficam na Argentina e todas elas são lindas e cada uma com sua particularidade.
Em breve postarei um pouco de cada uma com dicas de lugar para visitar e se hospedar.

Até mais.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

CAPE TOWN

Cape Town


Um dos meus sonhos era conhecer a Africa do Sul. Estive em Cape Town por 10 dias e conhecemos muita coisa por la.
Em Cape Town na verdade há uma mescla de pessoas de diferentes nacionalidades. Encontramos pessoas de Angola, Senegal, Costa do Marfim, Gana e etc.
O Inglês da Africa do Sul possui um sotaque bem forte, mas muito fácil para entender. Tambám falam Frances, para ter uma ideia parei para comprar um gorro e o rapaz falou em francês. O importante é que fizemos negocio. rsrsrs.
Estive em Cape Town em Julho e durante nessa época é frio suportável obviamente, mas usamos gorro, cachecol e botas.
As praias são lindas, mas muitas com aviso de Tubarões, mas mesmo assim encontramos muitos surfistas na água, apesar do aviso.
A praia de Muizenberg é uma das praias de Surf, para chegar lá é muito simples, como estávamos próximos a estação de trem, tomamos um Trem e fomos para a praia. Do trem se vê as praias, incrível como é próximo.
Ela é famosa pelas casinhas, que as pessoas utilizam para trocar de roupa, a praia toda é coloridinha.


Obvio que sempre quero molhar meus pés onde vou e dessa vez não foi diferente,  exceto pelo fato de a onda vir de repente e nos pegar de surpresa. Molhei toda a calça e ainda depois disso tive que vestir a bota com a calça molhada e com areia. Aventuras de viagem.


Cape Town também possui algumas vinícolas muito boas, e fomos visitar uma. O ônibus City Sightseeing nos deixa na Groot Constantia. Na entrada encontramos varios Babuínos e confesso que fiquei com medo, mas nos disseram que podiamos continuar e fomos para a porta da Vinicola, pois bem, um deles nos seguiu e se não é a moça da Vinicola fechar a porta ele entraria.




Logo que chegamos nos informamos sobre a Table Mountain e então decidimos ir um dia na parte na manha. Incrível como o tempo virou diversas vezes enquanto estivemos la. Fez Sol com céu aberto, Ficou Nublado, Choveu, abriu sol novamente, fez frio, ou seja, passamos por todas as estações em questão de 4 horas..rsrs.
O bondinho que leva ao topo da Montanha gira bem lentamente, assim todos podem apreciar a vista.
No topo da montanha existe loja de Souvenirs e tambem um cafe bem legal, ate porque la estava bem frio e o cafe era climatizado.
Na parte debaixo, antes de subirmos a montanha existem varias lojas. Incrivelmente e diferente do que pensávamos as lojas de souvenirs tanto na Montanha como na parte de baixo, era bem barata, por isso voltamos uma vez mais, mas dessa vez de onibus circular. Pois na primeira vez contratamos o motorista do Hotel que nos levou de Range Rover e ainda ficou esperando embaixo. A Proposito ficamos no Hotel St Georges, um excelente Hotel, quarto amplo, com vista para a Table Mountain. No cafe da Manha recebemos um voucher e fomos em uma cafeteria /Lanchonete ao lado, muito boa e com muita variedade de coisas.
Durante o dia caminhávamos a pé sem problemas, mas a noite somente saímos do Hotel com um táxi, pois ficava um pouco deserto e claro é sempre bom não arriscarmos. ( Incrivelmente, estive na Venezuela, Bolívia, Paraguai, ou seja, os países da America do Sul, considerados mais perigosos e nunca tive problema, e adivinhem, fui furtada em Portugal, mas isso também contarei em um próximo post).



V& A WaterFront 

É simplesmente lindo, possui um shopping fantástico e diversos bares e restaurantes maravilhosos, uma Roda Gigante que faz fila para subir, com vista mais que linda.
Quase todos os dias íamos para lá no inicio da noite e já ficávamos para jantar.




Bookaap

Também conhecemos o Bairro de BooKaap, um bairro de muçulmanos que possui varias casinhas coloridinhas. Possível ir caminhando do Hotel. Bem na verdade eu quando viajo incrivelmente caminho muito, pois eu acredito que dessa forma podemos conhecer melhor a cidade, mas se quiser ir de táxi, ok também, ate porque o táxi é relativamente barato.



Robben Island


Outro passeio interessante é para a Robben Island,  local onde Mandala ficou preso por mais de duas décadas. Para checarmos la é necessário atravessar  14 km de barco. A História contada pelos próprios ex presidiários é bem triste e la podemos visitar onde Mandela esteve (como sempre gostei de Mandela, resolvi visitar para entender mais da historia).

Alias passeio é o que não falta em Cape Town, também estivemos na Boulders Beach, onde pudemos ver os pinguins de pertinho. Como um santuário de Pinguins.
La também existe uma loja de souvenirs.
E o passeio mais esperado era conhecer o Cabo da Boa Esperança. No caminho para lá também passamos em algumas praias lindas. La encontramos lojas de Souvenirs e com preço justo.





Bem,  como sempre digo, tenho vários desejos ainda de lugares para conhecer, mas já me sinto bem feliz, pois fui a Roma e vi o Papa, dobrei o Cabo da Esperança e cheguei ao Fim do Mundo...rsrsrsrs.



Viagem de Bogotá

Bogota


Meu plano era conhecer "toda a America do Sul", mais precisamente onde se fala o idioma Espanhol. Praticamente já conheci, pois somente falta o Equador para fechar esse ciclo. Sendo assim resolvi então que seria a vez da Colômbia e dessa forma comecei por Bogotá.
Fiquei no Hotel Egina Bogotá que fica a uma quadra do Unicentro (sempre gosto de me instalar ao lado de um shopping), esse Hotel fica em um bom bairro de Bogota e tambem é proximo de Santa Barbara, fácil acesso a Zona T( Point de Bares, Lojas e Restaurantes) e Zona Rosa.
Também esta a 2,2 km da Estação Transnmilenio Pepe Sierra. A proposito, em Bogota, as paradas de  ônibus são semelhantes as de Curitiba. Para pegar o onibus é necessario comprar um cartão da Transmilenio e depois somente colocar credito.
Fiquei 10 dias em Bogota e amei tudo que vi. Me senti extremamente segura, caminhava a pé pelas ruas próximas ao Hotel.
Por exemplo em uma avenida no caminho de Santa Barbara encontrei esse soldado.


Outro atrativo em Bogota é o Cerro de Monserrate. Você pode subir de Bondinho ou Funicular. Optamos pelo Funicular, mas fomos no Domingo e a fila era interminável. Mas mesmo assim valeu muito a pena, pois podemos visualizar quase toda a cidade.


Fizemos o Tour Gratuito a pé pela candelária, onde nos contam a historia de Bogota,  Pode visitar o site www.bogotaturismo.gov.co, ou ir pessoalmente na Carrera 89 - 93 - Plaza de Bolivar . Conhecemos a Casa de Nariño, local onde fica o Presidente( Também é possível fazer uma visita interna, mas não tive tempo).
As casas com balcões tambem são bem comuns na Colombia. Encontrei algumas em Bogota, no bairro candelaria e tambem muitas na cidade Amuralhada em Cartagena.( Falarei de Cartagena em um próximo post)




Esse casal de Venezuelanos pediram para tirar uma foto com o Guarda da Presidência, e ele prontamente atendeu e pediu que se aproximassem. Achei muito interessante porque normalmente em outros lugares não é permitido falar com a Guarda Presidencial.


Outros atrativos são a casa da Moeda, o Museu do Ouro e o Museu do Botero ( Tambem existe em Cartagena um Museu do Ouro).
Botero é um artista figurativista Colombiano, cujo o estilo são figuras e pinturas Gordinhas.



Bogota tem muita coisa para fazer e conhecer, e em 10 dias confesso que não parei um segundo. Mas o que mais queria mesmo era conhecer a Catedral de Sal, ela fica em Zipaquira, que esta a 46 km de Bogota.
Para chegar lá pode ir de onibus, Taxi, trem ou ate mesmo alugando um carro.
Nós optamos pelo Onibus, que na verdade é um micro onibus que pegamos no terminal Norte, e esta escrito Zipa, ou Zipaquira. Pedimos ao Motorista para nos avisar quando estivéssemos próximo e foi perfeito. Somente tinhamos nos de turistas. Foi uma aventura fantástica e na Volta tambám pegamos ele do outro lado da avenida.
A Catedral de Sal, na verdade é construida no interior das minas de Sal, um santuario Católico onde tem a Via Crucis. Um passeio mais do que fantastico.



O povo Colombiano é muito solícito e nos ajudaram sempre que precisávamos de informações.
A proposito fui passar o Reveillon la, mas nessa época a cidade fica vazia, pois muitos vão de férias para Cartagena ou Panamá.
Um dos pratos tipicos da Colombia é o Bandeja Paisa ( Ovo frito, Carne moidinha, Abacate, Arroz, Feijão, Plátano, Arepa. e Chincharron)
Eu não comia nem Arepa nem Chincharron, no mais tudo era ótimo, e muito bem servido e o mais importante um preço justo.



Em um próximo Post falarei de Cartagena de las Indias.
E não esqueçam de sempre usar o cartão e acumular milhas...



terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Conhecendo um pouco do Peru


Esse post é maior devido os vários lugares que conheci. Na primeira vez que fui para o Peru, tudo era novidade, então escolhi um roteiro de 12 dias, que foi fantástico.
Iniciamos por Lima e passamos por varias cidades, dentre elas, Cusco, Puno, Juliaca (uma cidade minúscula, e não “turística”), Nazca, Paracas onde pudemos estar perto do Oceano Pacifico e o lago Titicaca que faz divisa com a Bolivia.
Algumas estradas que passamos entre as cidades beiravam o abismo e abaixo sempre podíamos ver o Pacifico, uma imagem que não sai da lembrança. Os Peruanos são muito simpáticos e solícitos, sempre querendo ajudar e agradar.


Fizemos o passeio de barco no Titicaca e conhecemos as famílias que vivem na Ilha flutuante de Ororu, aprendemos um pouco dos costumes e as mulheres ate nos vestem como elas. Passeio de um dia que vale muito a pena. Pois contam a historia de como vivem na Ilha, o que comem, com o que trabalham, etc.

Conhecemos as Ilhas Ballestas que é um arquipélago do Peru, situado ao largo de Pisco, a 300 km a sul de Lima, e possui acesso pelo porto de Paracas.  La além dos leões marinhos, existe um Geóglifo de um candelabro, muito parecido com os desenhos das linhas de Nazca, ele é gigante e até hoje ninguém sabe o significado e tampouco quem “desenhou” ele ali, data, ano, qualquer coisa que o valha.

Também fizemos  um passeio de Monomotor pelas linhas de Nazca, o piloto vira o avião de lado para que possamos visualizar as linhas (confesso que nessa virada, me deu um pouco de ânsia, já que não fixei o olhar em um ponto, como pediu o piloto,  mas ganhei um saquinho com as linhas de nazca que guardo ate hoje)..rsrs. O Passeio não era caro e fechamos ele na hora.


O passeio mais caro é o Trem ate Machu Picchu, mas acredito que vale a pena chegar a Aguas Calientes  e ficar um dia na cidade, eu não tive essa oportunidade,  nas duas vezes que fui, fiquei em Cusco. Mas como gosto de voltar nos lugares,  quem sabe na na próxima ficarei là pelo menos um dia, Rsrs.







Na segunda vez fiquei apenas 8 dias e somente em Cusco, mas fizemos alguns passeios próximos, como Salineiras de Mara e as ruinas de Moray, as duas atrações são próximas e da para fazer no mesmo dia. Fica aproximadamente 50 km de Cusco. Estávamos  em 04 pessoas e o passeio para os dois com uma agencia de turismo sairia USD 200,00 por pessoa com almoço, conseguimos um rapaz que nos levou os 4 por 200 soles somente, que seria o equivalente na época a R$ 205,00, foi uma aventura, pois estávamos em 05 junto com o motorista dentro de um carro QQ, que é bem pequeno. Conseguimos isso perguntando para um funcionário do Hotel se conheciam alguma outra agencia para nos indicar e um deles se ofereceu para nos levar. Foi um achado certamente. 



Dica: pergunte no Hotel, ou ate mesmo para os funcionários do Hotel, pois eles indicam alguém com valores bem melhores. Resumindo, a viagem em si para o Peru não é das mais baratas, mas sinceramente é muito interessante, ouvi-los contar sobre o povo, como foi o “descobrimento” de Machu Picchu e ate ouvi-los falando em Quechua  entre eles. Vale lembrar que lá no Peru, achei os preços dos pratos muito ok, em comparação aos preços de São Paulo, sendo relativamente mais baratos.
Sobre troca de moeda: Na praça de Cusco existem varias casas de cambio pergunte a cotação em todas elas, pois o preço variava bastante.





segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

São Miguel das Missões

São Miguel das Missões


São Miguel das Missões é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, que faz divisa com Santo Angelo.
Para chegar em São Miguel, partindo de São Paulo, o mais fácil é pegar um voo com destino a Chapecó(comprei com milhas Smiles), no estado de Santa Catarina e de lá alugar um carro. A estrada é quase sempre de mão dupla, obviamente com alguns buracos, mas da para fazer o percurso tranquilamente. A distancia entre as cidades é de 365km. 
Havia pesquisado sobre São Miguel e reservamos o Hotel Tenondé Park Hotel. O hotel é lindo e não é caro.
A Cidade é pequena e as atrações são todas próximas.
Algumas das atrações da cidade:
Cruz Missioneira: significa Símbolo de fé redobrada e proteção nas Missões. Essa cruz esta dentro do Sitio onde podemos encontrar as ruínas. A noite, tem o Espetáculo Som e Luz, dependendo do dia da semana, e horário, o espetáculo é realizado em Inglês, Português ou Espanhol.    
A Fonte Missioneira, está localizada aproximadamente a 1 km do Sítio Arqueológico, era um local de onde os índios buscavam água.
Manancial Missioneiro - Uma espécie de Museu Popular com acervo variado, está localizado a 100mts do Sitio Arqueológico. 
Aldeia Indígena - Tekoa Koenjú - Localizada a 30 km da sede do Município (Essa é com agendamento direto com o Pagé e infelizmente não conseguimos localiza-lo e não  pudemos conhecer).
Para um café recomendo o Café do Leitor, onde poderá tomar um lanche, um cafe, e ate ler um livro, o local é uma graça.
Fiz esse passeio em Novembro no período de 04 dias e foi bem tranquilo.
Agora falta conhecer as ruínas de Missiones que fica do lado Argentino, quem sabe em breve.