terça-feira, 26 de março de 2019

Santa Cruz de La Sierra

Quero muito conhecer o Salar de Uyuni então pesquisei bastante sobre a Bolívia, e descobri que "o centro financeiro" deles fica em Santa Cruz de La Sierra. Checando informações da cidade, descobri que próximo a Santa Cruz ficava El Fuerte de Samaipata, um sítio arqueológico e Patrimônio Cultural da Humanidade que fica a 125km de Santa Cruz.
Pesquisando as passagens encontrei um voo pela Gol, que tinha u valor bem razoável e ainda me daria milhas, então comprei a passagem para um feriado prolongado.
Terminado isso foi a vez do Hotel e pesquisei no Booking.com um hotel que ficava próximo a praça central, pois ate então eu não conhecia a cidade e não sabia se podia ser perigosa ou não.
Ficamos no Hotel Senses Boutique. Excelente hotel e localização.


Como tenho uma amiga que já morou la, ela me recomendou o Felipe que iria nos pegar no aeroporto e conversando com ele, fechamos de nos levar ate Samaipata. Alem disso, nos levou também para conhecer Porongo e Cotoca ( próximos de Santa Cruz) e parte de Santa Cruz.
Resumindo, foi um excelente guia e nos fez conhecer ainda mais da cidade do que imaginávamos.
A cidade de Santa Cruz é bem tranquila, podemos passear a noite na praça próximo ao Hotel, assim como também passeamos pelas ruas próximas pela tarde, sem nenhum problema.





Restaurante: Almoçamos no restaurante La Pascana Guardieña, anexo ao Hotel que alem de muito bonito tem bastante variedade de pratos. A Cerveja tipica Paceña também é muito boa.
Também fomos no Cafe Irlandes Irish Pub, que fica na mesma rua do hotel, dentro de uma galeria e serve até prato mexicano. Simplesmente ótimo. La tomamos uma cerveja Huari com Mel, muito diferente e saborosa.



Samaipata: El Furte de Samaipata é um sitio arqueológico e paga para entrar. Na época pagamos 50 bolivianos para entrar. Em torno de R$ 25,00.
A sensação em alguns momentos é de que estava em Machu Picchu, pois lembra bem, claro que não é muito alto e tampouco é tão grande, mas é semelhante.








Agora só falta conhecer o Salar


segunda-feira, 11 de março de 2019

Dicas de Gramado e Canela

Já  estive em Gramado várias vezes. Claro que a mais legal foi em Julho, pois é bastante frio, a cidade é linda e como eu sempre digo, as pessoas ficam vem mais bonitas no inverno.
Já estive duas vezes no Carnaval, uma fiquei hospedada em Gramado no Hotel Laghetto Toscana e dessa vez em Canela no Hotel Laghetto Vivace Canela. Alias, um excelente hotel e excelente atendimento.
Dessa vez escolhemos nos hospedar em Canela, pois alugamos um carro em Porto Alegre, queríamos mais sossego e o mais importante, a diferença de preços entre Gramado e Canela é bem grande.

Hospedagem: Ficamos no Hotel Laghetto Vivace Canela, e eu gostei bastante do atendimento. Recomendo os dois, mas o de Canela é mais barato obviamente que se ficar hospedado em Gramado e a cidadezinha tem muitos atrativos também, alem de ficar bem mais vazia que Gramado, é muito linda também.


Realizamos alguns passeios, os quais já havia feito antes, mas uma coisa tem de bom, todos eles renovam as atrações, assim, não fica muito repetitivo, ate o Museu de Cera também renova algumas celebridades.


Passeios: Para o passeio do Tour Uva e Vinho e Maria Fumaça, contatamos uma agencia. Nesse pacote estava incluído o Trem, Visita a Epopéia Italiana, visita na Tramontina, na Vinícola Aurora, Fabrica de Malhas e o Almoço por R$ 195,00
Contratamos a agencia  Tour Uva e Vinho - www.touruvaevinho.com.br, whatsapp  pelo whatsapp - (54) 99197-0567 com alguma antecedência e um dia antes do passeio, eles me enviaram via Whatsapp o roteiro e informando o horário que passariam no Hotel. Gostei bastante do serviço deles.


Epopéia Italiana: Conta um pouco a historia de uma família Italiana que chegou no Brasil em Porto Alegre e viveu em Bento Gonçalves. Fui duas vezes assistir e o cenário mudou bastante.

Cachoeira do Caracol:  Simplesmente Fantástico. Você pega um bondinho que te leva para "proximo" da cachoeira e de la pode observar o local lindo, que rende fotos maravilhosas. Como em todo lugar em gramado, sempre tem um fotografo tirando fotos. Mas tiramos com celular e ficou perfeita.


Mini Mundo: Não me canso de visitar esse lugar, onde existem vários monumentos em miniatura. Ex: Museu do Ipiranga, Aeroporto de Bariloche, etc. Tudo parece real, e até trio elétrico em miniatura com musica tinha dessa vez. - Entrada R$ 20,00 comprovando no hotel ou R$ 36,00 na hora.



Pacote com 4 atrações: ( Museu de Cera, Super Carros, Harley Davidson, Parque dos Dinossauros) - Comprando no Hotel saiu por R$ 135,00, na hora somente o museu de Cera custa R$ 60,00, ou seja, compensa comprar o Combo.


Até a próxima.