terça-feira, 24 de março de 2020

11 Lugares que você deveria conhecer na América do Sul

Lugares que deve conhecer na America do Sul


Quem me conhece, sabe o quanto eu amo a América do Sul. Porém existe várias razões para isso e vou coloca-las aqui, assim vocês verão que tenho razão.

Razões

* Voos Internacionais mais baratos - Devido a distancia ser menor que outros continentes.
* Idioma Espanhol - Como todos sabem, eu amo esse idioma e aproveito muito para conversar bastante nessas viagens ( imaginem como eu falo).
* Diferenças -  identificamos diferenças em  cada país, como cultura, culinária, etc.
* Fazer amizades - sempre é bom para nós, e com isso temos vários amigos em varias partes do mundo, somente trocando mensagens via whatsapp e redes sociais.
* Troca de Moeda - Podemos trocar nossa moeda no próprio país de visita, pois todos aceitam o real como moeda de troca na casa de cambio e com isso não perdemos duas vezes na troca, tendo que trocar por dólar e posteriormente pela moeda local.  

Bem, dito isso, já viram algumas razões né?  Agora podemos passar  para os lugares que mais me encantaram nessas minhas andanças pela América do Sul, na verdade iria colocar 7 lugares, mas cada hora me lembrava de outro e não tive coragem de deixar os melhores de fora.
Vou colocar aqui, mas não necessariamente é por ordem do que mais gostei, pois obviamente gostei de todos.

1º El Calafate - Perito Moreno ( Argentina) 

Há muita coisa para fazer lá, como conhecer os glaciares e Perito Moreno. Simplesmente lindo e fantástico e se tiver a chance de enquanto estiver la ouvir algum gelo se desprender da geleira, você é um sortudo e poderá participar do maior espetáculo visual que podemos ver.
Também é possível fazer roteiro pelas montanhas de 4x4, com vistas fantásticas, alem da vasta gastronomia que poderá encontrar em El Calafate.

2º Buenos Aires ( Argentina)

Buenos Aires, possui muitos atrativos, muita coisa para fazer, excelente gastronomia, vida noturna, preço mais que justo, um dos locais mais baratos na America do Sul. Um estilo europeu bem pertinho de nós.
Em BA podemos percorrer quase tudo a pé e dessa forma conhecemos bem mais. Alem disso, também serve para hospedar por uns 02 dias em escalas para voos para Mendoza, Salta, Córdoba, El Calafate, Rosário,  Ushuaia, dentre outros destinos.

3º Machu Picchu ( Peru)

Realmente faz parte das 07 maravilhas do Mundo e com razão.
Para estar em Machu Picchu, o melhor é se hospedar em Cusco e passar o dia em Machu Picchu, pegando o trem logo cedo, ou se hospedar em Águas Calientes e pela manha somente subir de ônibus.
A Região de Machu Picchu e Cusco, tem muitos atrativos e é uma região "barata" para se comer e passear.
Vale também ficar uns 02 dias em Lima, que possui ótimos restaurantes e vistas fantásticas.
Lembrando que existem outras cidades  e roteiros para se conhecer também, como as linhas de Nazca, Puno e as ilhas flutuantes de Uros, etc.

4° Ushuaia ( Argentina)

Outro local fantástico, onde podemos fazer alguns passeios, incluindo o trem do fim do mundo. Nesse passeio nos é contada a história dos antigos presidiários que habitavam Ushuaia no passado.
Passeio de barco, no estreito de Beagle, onde pudemos ficar próximos ao farol e aos pinguins.
Dentre vários outros atrativos, lembrando que literalmente estamos no fim do Mundo.

5º Santiago do Chile / Valparaiso ( Chile)

A Cidade de Santiago do Chile, tem muitos atrativos, excelente gastronomia e muitas coisa para fazer.
Pela manha existe a troca da Guarda Presidencial que é um espetáculo a parte e vale muito a pena ser visitada.
Próximo a cidade temos o Valle Nevado, que no inverno permite esquiar, ou somente apreciar a linda vista e beleza na neve.
As cidades de Valparaíso e Viña Del Mar ficam bem próximas de Santiago e alem de terem varias atrações, vale muito a pena visitar para conhecer.
A vida Noturna de Santiago é como a de São Paulo e Buenos Aires.

6º Bogotá / Cartagena ( Colombia)

A Colômbia possui muitos lugares bonitos dentre eles Bogotá e bem próximo temos a cidade de Zipaquira, onde existe uma catedral de sal, dentro de uma mina. Vale muito a pena ser visitada, pois alem de perto de Bogotá, ainda tem todas as passagens de Cristo.
A Cidade de Bogotá também possui uma vasta vida noturna, vários shoppings, assim como uma ótima gastronomia.
Cartegena, tem muitas praias belíssimas, alem de ilhas próximas para visitar e mergulhar. Tambem existe um aquário no meio do mar.
A Cidade murada é um atrativo a parte, onde podemos conhecer caminhando ou ate mesmo de carruagem, como nos contos de fada.

7º Salta ( Argentina)

A Cidade de Salta, conhecida como Salta la linda, realmente faz jus ao nome, pois é realmente muito bonita. Rodeada por altas montanhas, a plaza 9 de Julio fica no centro da cidade, rodeada por vários cafés e restaurantes, alem da praça encontrara também construções históricas.
Apesar de não se comparar a Mendoza, Salta também possui vinícolas.
A atração também é o Teleferico San Bernardo, onde podemos subir e apreciar a cidade por cima.

8º Montevidéu / Punta del Este /Colonia del Sacramento ( Uruguay)

Montevidéu e muito próximo do Brasil, voo direto e assim como Buenos Aires, muito fácil de conhecer caminhando pelas ruas. Um grande atrativo é que que por ser um País pequeno, podemos percorrer de ponta a ponta de carro.
Além de Montevidéu, Punta Del Este, Punta Del Diablo e Colonia del Sacramento devem ser visitadas sem dúvida.
Em Punta Ballena caminho de Punta Del Este podemos parar na Casa Pueblo para apreciar o por do Sol, alem da visita a casa do artista plastico Carlos Páez Vilaró. 

9º Santa Cruz de La Sierra ( Bolívia)

Centro financeiro da Bolívia, uma cidade com bastante coisa para fazer e conhecer, muito bonita, vida noturna, com vários passeios, dentre eles Samaipata, que lembra bastante os sítios arqueológicos próximo de Machu Pichu. 


10º Córdoba ( Argentina)

Adorei Córdoba, uma cidade com vida noturna, qualidade de vida e com ótima estrutura.
Podemos também visitar Alta Gracia, um município que ficou conhecido graças a Che Guevara que morou la quando criança, hoje existe um Museu Casa del Che.
Outro Município é a Villa Carlos Paz, que é pequena e muito acolhedora.

11º Mendoza ( Argentina)

Esse lugar não é só de Vinhos, mas confesso que visitarão em muitas vinícolas, impossível não conhece-las.
Em todos os restaurantes, podemos pedir um bom vinho Malbec com preço muito justo, na verdade o valor da garrafa é o mesmo que 1 litro de cerveja, dai da para ter uma ideia do tanto de vinho que se consome em Mendoza, ou seja, amantes de vinho irão adorar.
Alem desses passeios, tem o pé do Aconcagua que é um passeio lindo. Dentre outros mais existentes por la.

E vocês já foram par alguns desses lugares? Gostariam de conhecer? Se tiver duvida em relação a qualquer um deles é só me escrever.

Abraços e ate a próxima.













terça-feira, 3 de março de 2020

Mendoza, seus encantos e o Sismo


Descobrindo Mendoza


Fazia um tempo que queria conhecer a terra dos vinhos e do famoso Malbec, afinal quando falamos de Malbec, o primeiro lugar que lembramos é Mendoza na Argentina.
Primeiro passo foi consultar os voos, existe voo com escala em Buenos Aires e obviamente o voo o que optamos, ou seja voo direto.
Existem duas companhias aéreas com voos diretos para Mendoza:  A Latam e a Gol, na gol que é minha escolhida sempre, afinal posso pontuar as milhas no Smiles, são dois voos, na quinta e no Domingo.
Optamos por sair na quinta e voltamos no outro Domingo, assim poderíamos fazer mais passeios e conhecer mais vinícolas.
Chegamos em Mendoza e logo vimos como esta barato, afinal um Remis ( Tipo um táxi com melhor qualidade) custa 350 pesos do Aeroporto ao Centro, equivalente a R$ 24,00.

Diferença entre Táxi e Remis:    

O veiculo do Remis não tem uma cor característica, ou seja, pode ser qualquer cor e qualquer carro, normalmente os maiores e em bom estado.
O Remis não possui um taxímetro, ou seja, o valor é combinado previamente, assim como deve ser solicitado via fone ou no balcão do aeroporto na empresa especialidade em Remis, não sendo possível tomar um Remis na rua. 
Outro diferencial é que contratando na empresa é possível pagar no cartão de crédito.
E as tarifas são similares ao Taxi, ou seja, normalmente quando chego no aeroporto, ou saio do hotel para o aeroporto eu chamo um Remis.

Como chegamos relativamente cedo na cidade e tudo funciona até as 21:00hs, uma vez que eles possuem a hora da Siesta ( dormir no meio do dia para descansar após o almoço, geralmente entre 14:00 e 17:00), almoçamos e após as 17:00hs, fomos verificar opções de passeios na cidade.
Acabamos fechando com a Maya Viajes y Turismo,  https://mayasturismo.com.ar/, que nos atendeu muito bem e com preço justo.

Existem diversos passeios para se fazer em Mendoza, inclusive um Free Walking, onde nos reunimos em um ponto da cidade e percorremos a pé, passando por 2 vinícolas, onde podemos saborear um ou dois tipos de vinhos e degustar um pate de azeitonas.



Passeios que realizamos: Alta Montaña con Villavicencio, Cañon del Atuel,  Bodega Full day con Almuerzo, Bodega meio dia 

Primeiro passeio que fizemos foi para Alta Montanha e resolvemos fechar um adicional para Villavicencio, o que achei ótimo, pois fomos por uma Ruta e voltamos por outra. Se fechássemos o passeio separado seria mais cansativo, pois teríamos que ir em dois dias distintos.
Começa em Villavicencio,  e passamos por Potrerillos, Upsallata, Puente del Inca, Mirador del Aconcagua, Las Cuevas e por ultimo o monumento do Cristo Redentor. Onde temos uma vista muito bonita.
Em Las Cuevas, no Cristo Redentor, esta na divisa da Argentina e Chile, a uma altura de 3.175m e tem 3.080m de extensão, onde 1.516 fica no território argentino e 1.564 fica no território chileno.
O Cristo Redentor foi colocado na divisa dos países para selar a paz entre eles.

Em Mendoza os preços dos vinhos são excelentes, tomamos vários,  desde o famoso Malbec até o Carmenere que teoricamente é mais popular no Chile, tudo isso por um preço muito justo, chegando a pagar R$ 10,00 por algumas garrafas no mercado. Nos restaurantes tínhamos vinho a partir de 250,00 pesos, o equivalente a R$ 17,00. Pensando que uma garrafa de 1 litro de cerveja é o mesmo preço nos restaurantes, chegamos a conclusão que realmente os vinhos são demasiadamente muito baratos.

Obs: As fotos não seguem uma ordem de passeios.



                                                    Topo do Aconcágua onde esta a neve




                                               Chamam de Submarino, pois de fato lembra













Na maioria dos passeios fomos pela famosa Ruta 40 que percorre desde a província de Santa Cruz ate a divisa com a Bolívia e também passamos pela Ruta 07.







Usamos esse MendoTrem para visitar a Bodega Lopez que fica em Maipú. Do hotel ate la é muito simples, rápido e barato, além de que na Bodega não cobram a entrada da Visita.Sinceramente foi a Bodega que melhor nos explicou sobre o assunto.





A America do Sul como um todo gosta muito de San Martin e ouvir sobre a história dele, que assim como Simón Bolivar liberaram a America do Sul( Menos o Brasil, Guianas e Suriname) dos Espanhóis é muito interessante.






No dia seguinte decidimos conhecer as vinícolas, pagamos por esse passeio de 03 vinícolas e almoço 4.700 pesos, equivalente a R$ 315,00. Esse foi o passeio mais caro que fizemos. Iniciamos pela Chandon( fica em Lujan de Cuyo), lá descobrimos que alguns tipos de espumante podemos tomar em um copo com gelo, outros podemos tomar em uma taça com gelo e por ai vai. Achei bem produtivo e diferente, pois já estive em vinícolas no Chile e Africa do Sul, e nessa aprendi muita coisa diferente.
Conhecemos também as Vinícolas Norton, Florio, Vistandes





Terremoto




Quando vejo essa foto da loja Luciana, me lembro que no dia 15/01/2020 eu estava na loja ao lado, comprando lembrancinhas, quando senti como se a terra estivesse abrindo, depois do Susto grande, ouvimos pessoas gritando para sairmos para a Rua e eu fiquei parada e tremendo quase debaixo do meu nome, pensando que tudo aconteceu muito rápido.
Passamos por um sismo, ou seja, um tremor de terra, que os espanhóis chamam de temblor .

O sismo nesse dia registrou 4.8 na escala de Ritcher.